Agende uma Reunião

5 dicas para desfraldar o seu filho com TEA

desfralde
Trouxemos 5 dicas que irão ajudar você no desfralde do seu bebê. Comece ainda hoje!

O processo de desfralde em crianças com TEA leva mais tempo. Isso ocorre porque elas costumam apresentar dificuldades para desenvolver habilidades relacionadas à linguagem, à socialização, aos movimentos motores e ao processamento sensorial.

 

Não existe uma regra sobre a idade ideal para desfraldar crianças com TEA porque cada uma tem um comportamento e tem seu próprio tempo para se desenvolver.

 

Mas existem várias estratégias para ajudar essas crianças a superarem seus desafios de treinamento no banheiro. Trouxemos 5 dicas para você começar a seguir ainda hoje, confira!

ABA é uma ciência aplicada que possui princípios e estratégias os quais entende como o repertório e as respostas do indivíduo que constitui o caminho até chegar ao seu desenvolvimento. Sendo assim, ela atua minimizando comportamentos que podem trazer prejuízos (comportamentos inadequados) e maximizando aquilo que a pessoa tem de melhor os (comportamentos adequados).

 

 

Trabalhe o medo

O primeiro passo para iniciar o desfralde em criança com TEA é garantir que ela perca o medo de ir ao banheiro e sentar no vaso sanitário, penico ou condutor. Para ajudar, vale se utilizar de estratégias lúdicas como fazer brincadeiras simbólicas com bonecas que fazem xixi e caquinha, sentar com a criança no colo, colocá-la sentada com roupa e aos poucos ir tirando a roupa. Também muito importante é sempre reforçar o comportamento adequado.

Um dos principais conceitos evidenciados


Pistas visuais

Utilize situações que mostrem uma sequência de acontecimentos por meio de imagens ou vídeos. Por exemplo, a criança acorda, tira a roupa, senta-se no vaso sanitário, faz xixi ou cocô, depois fica limpa e os pais ficam felizes com a atitude.


Quadro de rotina

Faça um quadro de rotina para ir com a criança ao banheiro em períodos determinados. Registre e analise a frequência e os horários que ela fez xixi ou cocô no vaso ou nas calças.

 

Aja naturalmente 

Os “escapes” são normais e irão ocorrer. Porém, é importante não brigar nessas ocasiões, pois a criança com TEA pode não entender e o treino pode passar a ser aversivo. Não demonstre decepção nem ansiedade e faça a troca de fraldas sem corrigir e sem incentivar.

 

Comemore

Faça elogios verbais, bata palmas ou brinque quando a criança fizer xixi ou cocô no vaso sanitário para ela saber que é o comportamento esperado e que deve ser repetido. É também válido entregar alguma recompensa, como brinquedos ou guloseimas para motivá-la.

 

Lembre-se sempre que a sua criança com TEA é única e, por isso, ela deve ser tratada de forma individualizada. Aqui no Próximo Degrau a nossa equipe multidisciplinar ajuda o seu filho a desenvolver habilidades e criar independência. Acesse o nosso site e conheça o nosso trabalho!

 

 
 
Confira mais artigos do nosso blog.
ABA

O que é ABA?

Seu principal objetivo é analisar e explicar a interação entre o ambiente, o comportamento e a aprendizagem.

Leia mais »

Compartilhe