Agende uma Reunião

O que é ABA?

ABA
Seu principal objetivo é analisar e explicar a interação entre o ambiente, o comportamento e a aprendizagem.

ABA é acrônimo para Applied Behavior Analysis, ou seja, Análise Aplicada do Comportamento. Seu principal objetivo é analisar e explicar a interação entre o ambiente, o comportamento e a aprendizagem.

ABA é uma ciência aplicada que possui princípios e estratégias os quais entende como o repertório e as respostas do indivíduo que constitui o caminho até chegar ao seu desenvolvimento. Sendo assim, ela atua minimizando comportamentos que podem trazer prejuízos (comportamentos inadequados) e maximizando aquilo que a pessoa tem de melhor os (comportamentos adequados).


Sendo assim podemos dizer que o objetivo da ciência ABA é analisar e explicar a interação entre o ambiente, o comportamento e a aprendizagem das pessoas.


A ciência ABA no contexto histórico

A Análise do Comportamento aplicada ABA, teve como um de seus primeiros estudiosos o psicólogo Skinner, em 1930. Ele comprovou por meio de experiências que, por intermédio da identificação dos estímulos do ambiente, é possível compreender e modelar o comportamento.

Um dos principais conceitos evidenciados por Skinner é o de condicionamento operante.

Mas o que significa condicionamento operante?

Conforme os estudos do psicólogo, os indivíduos operam e são ativos na relação com o meio em que estão inseridos. Ou seja, eles emitem respostas próprias que, por sua vez, modificam o ambiente.


ABA e transtornos do comportamento

 Podemos citar Ivar lovaas como destaque quando o assunto é transtornos do comportamento.  O psicólogo aplicou pela primeira vez os conceitos deste método e publicou seu estudo com 58 crianças do espectro do autismo.

Para as aplicações da ciência ABA nas intervenções com as crianças devemos usar abordagens naturalistas, baseadas no Modelo Denver de Intervenção Precoce. Dessa forma, conseguimos estimular o desenvolvimento das crianças com estratégias mais assertivas.  


Etapas da aplicação da Ciência ABA


São cinco etapas as intervenções

  1. Anamnese
  2. Avaliação comportamental
  3. Plano de ensino Individualizado. (PEI)
  4. Análise de dados
  5. Atendimentos


Anamnese

 Nesta etapa ocorre a coleta de dados pessoais. É uma entrevista que possui técnicas para o profissional construir sua avaliação e se aprofundar no diagnóstico do paciente.

É a base a partir da qual se estabelece a necessidade do acompanhamento terapêutico. Além disso, é com o auxílio da anamnese que o profissional define algumas etapas a serem trabalhadas no desenvolvimento da pessoa.


Avaliação comportamental

A avaliação comportamental é feita de acordo com as características da criança apresentadas na sua anamnese:

  • Histórico;
  • Relatos dos familiares;
  • Diagnóstico;
  • Demais informações que podem ser relevantes (gostos, preferências, aversões…)

Nesta etapa é realizada a avaliação de diversas categorias de estímulos, como cores, números, gestos, palavras, objetos e ações. Além disso, é feita a identificação do currículo atual da criança, que pode ser básico, intermediário ou avançado, com relação às habilidades:

  • Pré-acadêmicas;
  • Acadêmicas;
  • De autocuidado;
  • Motoras;
  • De brincadeiras;
  • De linguagem.

Diante das respostas apresentadas e interpretadas de acordo com a realidade da criança, o terapeuta identifica as áreas que precisam ser estimuladas ou ampliadas. Essa informação é primordial para criar o Plano de Ensino Individualizado (PEI). No próximo post traremos mais explicações sobre o PEI.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

SKINNER, B. F. Sobre o behaviorismo. 9 ed. São Paulo: Cutrix/Pensamento, 1993.

LEAR, Kathy. Ajude-nos a aprender, Manual de treinamento em ABA parte 1. Ed. Toronto, 2004.

SKINNER, B. F. Ciência e comportamento humano. 11 ed. São Paulo: Martins Fontes.

 
 
Confira mais artigos do nosso blog.
ABA

O que é ABA?

Seu principal objetivo é analisar e explicar a interação entre o ambiente, o comportamento e a aprendizagem.

Leia mais »

Compartilhe