Agende uma Reunião

Tratamento no autismo

Existem vários tipos de intervenções que ajudam no desenvolvimento da criança com TEA.

Estas intervenções são direcionadas para

potencializar o aprendizado. O tratamento multidisciplinar ajuda no desenvolvimento da criança em suas habilidades que compreendem as interações sociais, a linguagem, os comportamentos e outros.

Profissionais que fazem parte das intervenções:

 

Terapeuta Ocupacional:

Este profissional ajudará no cotidiano das crianças. Auxiliando no aprendizado de ações corriqueiras como se vestir, escovar os dentes, usar o banheiro, etc, o TO (terapeuta ocupacional), ensina a criança a superar os desafios do dia a dia e conquistar habilidades que ajudarão na sua independência. A criança do espectro autista aprende a brincar de maneira funcional, interagindo com os objetos e amigos, formam a sua consciência corporal e em relação aos outros e desenvolvem as suas habilidades sociais.

 

Fonoaudiólogo

O autismo pode afetar a comunicação da criança através de disturbios na fala.

Não saber se comunicar gera estresse e dificuldade de interação social. Uma criança com TEA (Transtorno do Espectro Autista) pode não falar, somente emitir sons, repetir as falas que escuta, gritar, usar palavras não comuns ou apresentar uma entonação diferente do comum como por exemplo entonação robótica ou melódica. O fonoaudiólogo fará a intervenção direcionada para cada tipo de dificuldade

para minimizar os desconfortos causados pela falha na comunicação da criança e aumentando a sua qualidade de vida.

 

Psicólogo

As habilidades cognitivas na pessoa com TEA podem se apresentar prejudicadas

e precisam de suporte de um profissional especializado para potencializar o seu desenvolvimento em relação as suas habilidades, como por exemplo na interação social. O psicólogo vai entender as necessidades da criança e da família, ajudando no tratamento multidisciplinar.

 

Pedagogo

As crianças com TEA possuem dificuldades para realizar as atividades escolares. O planejar, executar tarefas, finalizar atividades e manter a organização são itens necessários para uma boa aprendizagem e assimilar os conhecimentos. O pedagogo vai estabelecer uma rotina para que o aprendizado ocorra de maneira agradável com mais facilidade.

Cada criança possui uma característica a ser desenvolvida. O tratamento deve ser único e direcionado. É importante que as intervenções aconteçam de forma integrada, com práticas baseadas em evidências científicas (ABA) e integração sensorial (terapia ocupacional). Quanto antes o aluno fizer parte das terapias e intervenções melhor será o seu aprendizado.

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email