Agende uma Reunião

TOD – Transtorno Opositivo Desafiador

O TOD - Transtorno Opositivo Desafiador)
O TOD (Transtorno Opositivo Desafiador) é uma condição neuropsiquiátrica relativamente frequente na população pediátrica e pode trazer dificuldades de interação social.

O TOD (Transtorno Opositivo Desafiador) é uma condição neuropsiquiátrica relativamente frequente na população pediátrica e pode representar um grande desafio para as famílias, escolas e para sociedade de modo geral. O TOD traz  dificuldades de interação social, sobretudo por consequência dos sintomas característicos como a dificuldade para seguir regras, teimosia acima da média e de longa duração, além de comportamentos desafiadores.

O autismo, o TOD e o TDAH causam dificuldades sociais, emocionais e cognitivas. Todos eles podem ter alguns sintomas parecidos, porém são distúrbios do desenvolvimento neurológico distintos. A diferenciação e o diagnóstico correto são essenciais para que o tratamento adequado seja feito, melhorando o desenvolvimento da criança.

O TOD é classificado pela Associação de Psiquiatria dos Estados Unidos através do DSM-5 (Manual de Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais) como parte dos Transtornos de Comportamento Disruptivo. Este transtorno tem como característica os comportamentos desafiadores, desobedientes e negativistas perante as figuras de autoridade como pais e professores.

É comum que crianças apresentem um comportamento desafiador em algum momento da vida. Um dos mais famosos entre os pais é o “terrible 2” (terríveis 2 anos), que é considerado um momento de “adolescência do bebê” onde as birras e choros sem causa aparente são frequentes.

O importante é saber diferenciar estes momentos de um transtorno onde geralmente este tipo de comportamento costuma ter a duração de mais de 6 meses e apresentar também outros sintomas como falta de paciência constante, raiva e aborrecimento sem motivo, responsabilizar o outro pelas suas atitudes, comportamento desafiador para regras dadas por figuras de maior autoridade como adultos, pais e professores.

O diagnóstico e o tratamento correto são vitais para que o TOD não evolua para um Transtorno de Conduta com o passar do tempo. Um profissional especializado aplicando intervenções adequadas, pode melhorar as habilidades sociais da criança com TOD.

 

 

SUGERIMOS TAMBÉM A LeiTURA DE outros artigos

Inclusão social
INCLUSÃO SOCIAL
Discalculia
DISCALCULIA
Disgrafia
DISGRAFIA
Dislexia
DISLEXIA
Planos de Saúde não podem limitar as terapias multidisciplinares
PLANOS DE SAÚDE E TEA

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email